ImpressaMídiaRBS

Bons Hábitos

By 06/10/2010 fevereiro 25th, 2019 No Comments

Saiba como comprar, higienizar e armazenar corretamente os alimentos

Bons hábitos ajudam a evitar doenças causadas por microrganismos, incluindo as bactérias

bons_habitos_01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saber como comprar, higienizar e armazenar os alimentos em casa pode evitar uma série de doenças trazidas por bactérias e outros microrganismos. Hortaliças, frutas, carnes, ovos e enlatados precisam de uma atenção especial segundo a nutricionista Anália Barhouch.

— Hortaliças e frutas podem conter diversos elementos nocivos como os microrganismos provenientes do solo, como por exemplo: coliformes e também diversos tipos de parasitas.

Nestes casos, a higienização antes do consumo é essencial. O armazenamento, de preferência com as cascas, protege os alimentos e retarda a deteorização.

Carnes e pescados devem ser adquiridos com atenção. É possível evitar alimentos estragados observando o cheiro, a textura e as caracteríscas do produto.

Confira as dicas da nutricionista:

Hortaliças e frutas

:: Higienize com produtos comerciais específicos para isto; não devem use detergente ou sabão comum

:: Armazene as frutas com casca, pois esta protege a polpa, retardando a deterioração

:: Corte e elimine qualquer parte danificada ou “machucada” de frutas e verduras, pois as bactérias podem aumentar nesses locais;

:: Observe a cor e a textura destes alimentos. Evite comprar em grandes quantidades, pois são produtos que apresentam pouca durabilidade mesmo sob refrigeração

:: Prefira consumi-los frescos e devidamente higienizados

:: Para melhor conservação, lave as verduras e mantenha-as sob refrigeração em recipientes plásticos

:: Molhos para a salada devem ser preparados em pequenas porções e armazenados por no máximo dois dias sob refrigeração

Carnes, pescados, aves e ovos

:: Para a aquisição de pescados é necessário verificar se:

— a carne é firme, elástica e resistente à pressão dos dedos;
— a carne branca, rosada;
— tem cheiro característico;
— tem olhos salientes e brilhantes;
— escamas bem aderidas na pele;
— pele brilhante e úmida;
— o ventre não deve estar abaulado, amassado.

:: Nas demais carnes, deve-se estar atento à data de validade, integridade da embalagem, cor, odor e ausência de viscosidade nos frios e aves

:: Não é recomendado lavar carne de boi, porco, cordeiro ou vitela crua. As bactérias presentes na superfície são destruídas pelo cozimento

Ovos

:: Para saber se os ovos são frescos observe o seguinte:

Fresco: gema centralizada e clara densa

Deteriorado: clara liquidificada e gema se locomove para as extremidades

:: Estocagem deve ser feita por 50 dias à 2ºC e por 18 dias em 37ºC

:: Evite armazenar ovos na porta da geladeira, pois a refrigeração neste local não é adequada.

:: Não lave os ovos antes de armazená-los. A lavagem retira a camada natural, esta ajuda a prevenir as bactérias de penetrarem na casca

Enlatados

:: Não acondicione alimentos como sardinhas, atum ou outro enlatado na lata de origem após aberto

Dicas gerais

:: Os alimentos descongelados não podem ser novamente congelados. Caso não for utilizar a peça ou porção inteira, congele-a em partes separadas, para descongelar só a parte a ser utilizada no momento

:: Descongele alimentos na geladeira ou sob água corrente (carnes e produtos cárneos) mantendo-os na embalagem original. Nunca descongele os alimentos em temperatura ambiente

:: Não é recomendado esperar o alimento esfriar para acondicioná-lo na geladeira. Durante este período este poderá desenvolver microorganismos nocivos á saúde.

:: Carnes cruas e ovos mal passados trazem riscos á saúde, por abrigarem muitas bactérias patogênicas. Prefira sempre carnes e ovos bem passados ou bem cozidos.

Fonte: Zero Hora | clicRBS
Data: 06/10/2010